Lagarta Falsa-Medideira / Pseudoplusia Includens

Ovo: Os ovos são verdes, arredondados, colocados isoladamente nas folhas, a maioria na face inferior das folhas. O acasalamento ocorre à noite.

Pupa: Na fase de pupa, de cor verde, o inseto forma uma teia sob as folhas de soja, dobrando-as. Nesse local, a pupa permanece até a emergência do adulto.

Lagarta: A lagarta apresenta coloração verde-clara, com linhas longitudinais esbranquiçadas no dorso, podendo, no 6º ínstar, medir 35mm. Possui apenas dois pares de falsas pernas abdominais, movimentando-se arqueando o corpo como se estivesse “medindo palmos”.

Adulto: O adulto da lagarta falsa-medideira apresenta a coloração marrom acinzentada, com duas manchas prateadas no primeiro par de asas; em repouso, as asas da mariposa formam um ângulo de aproximadamente 90 graus.

REF: 116 Categoria:

ADVERTÊNCIAS

PROTEÇÃO À SAÚDE HUMANA, ANIMAL E AO MEIO AMBIENTE

  • Não permita que menores de idade trabalhem na aplicação deste produto.
  • Mantenha afastado das áreas de aplicação crianças, animais domésticos e pessoas desprotegidas.
  • Use equipamentos de proteção individual (EPIs).
  • Não coma, não beba e não fume durante o manuseio do produto.
  • Não desentupa bicos, orifícios ou válvulas com a boca.
  • Primeiros socorros e demais informações, vide o rótulo, a bula e a receita.
  • Evite a contaminação ambiental, preserve a natureza.
  • Não utilize equipamento de aplicação com vazamentos.
  • Não lave as embalagens ou equipamentos em lagos, fontes, rios e demais corpos d'água.
  • Aplique somente as doses recomendadas.
  • AS embalagens vazias devem ser enxaguadas três vezes e a calda restante deve ser acrescentada à preparação a ser pulverizada (tríplice lavagem).
  • Descarte corretamente as embalagens e restos do produto.
  • Não reutilize as embalagens vazias.
  • Periculosidade ambiental e demais informações, vide o rótulo, a bula e a receita.

Leia atentamente o rótulo, a bula e o receituário agronômico, e faça-o a quem não souber ler.

CONSULTE SEMPRE UM ENGENHEIRO AGRÔNOMO. PRODUTO DE USO AGRÍCOLA. VENDA SOB RECEITUÁRIO AGRONÔMICO.

Danos e Prejuízos

A Pseudoplusia includens, conhecida como lagarta falsamedideira, foi considerada praga secundária, controlada naturalmente por parasitóides e por fungos entomopatogênicos nas principais regiões produtoras de soja no Brasil durante muito tempo. (SOSA-GOMEZ et al., 2003). Contudo, a partir da safra de 2003/2004, vários surtos da praga foram relatados em diversos estados brasileiros produtores de soja (Mato Grosso do Sul, Goiás, São Paulo e Paraná), ocorrendo isoladamente ou associada à lagarta-da-soja, Anticarsia gemmatalis (Hübner). Isso se deve indiretamente ao aumento considerável do número de consequência a diminuição do controle biológico natural desses insetos-praga por patógenos, parasitóides e predadores (BUENO et al 2007). A principal tática utilizada pelos agricultores é o controle químico da P. includens, porém, isto não tem sido eficiente em algumas regiões, principalmente pelo hábito dela permanecer na porção inferior da planta e portanto a calda inseticida não atingi-la. Assim, o controle demanda doses elevadas dos produtos, o que acaba diminuindo ainda mais a população dos inimigos naturais que permanecem na cultura. Conseqüentemente, a P. includens vem se tornando um grande problema na produtividade da soja (MOLINA, 2007).

   

Contato

Nome*
Email*
Telefone*
Cidade*
Informações Complementares